Lição 09

Bênção e maldição na família de Noé

4° Trimestre de 2015

editado  INTRODUÇÃO

  I – A VINHA DE NOÉ
  II – O JUIZO DE NOÉ SOBRE A IRREVERÊNCIA DE CAM
  III – CUMPRE-SE A MALDIÇÃO DE CANAÃ
  CONCLUSÃO 

 

 

Leia mais:Lição 09

Lição 08

A família que sobreviveu ao dilúvio

4° Trimestre de 2015

editado  INTRODUÇÃO

  I – UM NOVO COMEÇO
  II – O ARCO DE DEUS 
  III – O PRINCÍPIO DO GOVERNO HUMANO
  CONCLUSÃO 

 

 

Leia mais:Lição 08

Lição 07

A família que sobreviveu ao dilúvio

4° Trimestre de 2015

editado  INTRODUÇÃO

  I – DEUS ANUNCIA O DILÚVIO 
  II – A CONSTRUÇÃO DA ARCA
  III – O DILÚVIO
  IV – O JUÍZO DE DEUS
  CONCLUSÃO

 

 

Leia mais:Lição 07

Lição 06

O impiedoso mundo de Lameque

4° Trimestre de 2015

editado

O relato dos capítulos 5 e 6 se refere à linhagem familiar de Adão, mais particularmente à geração de Sete. Essa genealogia faz um contraste com a linhagem de Caim descrita no capítulo anterior (Gn 4.17- 4). Neste contraste, há a presença de dois “Lameques”, um no capítulo 4 (vv.18,23) e outro no capítulo 5 (vv.28- 31). Qual a diferença entre esses dois “Lameques”? O Lameque do capítulo 4 é o da linhagem de Caim, trata-se, pois, de um homem violento e odioso, conforme o autor sagrado descreveu: “E disse Lameque a suas mulheres: Ada e Zilá ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai o meu dito: porque eu matei um varão, por me ferir, e um jovem, por me pisar. Porque sete vezes Caim será vingado; mas Lameque, setenta vezes sete” (vv.23,24).

Leia mais:Lição 06

Lição 05

Caim era do maligno

4° Trimestre de 2015

editado

O capítulo 4 do livro do Gênesis apresenta a consumação do pecado e sua história de implicações práticas para o gênero humano. O assassinato de Abel por seu irmão, Caim, é o símbolo do alcance do mal quando este domina o coração humano. E o consequente banimento de Caim da presença de Deus mostra o quanto o homem se afasta da presença do Altíssimo quando decide em seu coração fazer o mal. O caminho de Caim se torna o caminho de todos nós, quando desejamos em nosso coração a vingança, o “dar o troco”, o revide, ou seja, tudo o que passa na contramão do fi ltro de Jesus Cristo: ame o vosso inimigo. Tudo começa bem na vida do ser humano.

Leia mais:Lição 05

Lição 04

A queda da raça humana

4° Trimestre de 2015

editado

Em sua clássica obra “Conhecendo as Doutrinas da Bíblia”, o teólogo pentecostal Myer Pearlman destaca quatro pontos fundamentais que marcam a história espiritual do homem. Veja o esquema abaixo:

ORIGEM DO PECADO

 1) A tentação  2) A culpa
 3) O Juízo   4) A redenção

 O capítulo 3 de Gênesis êxpoe esses quatro pontos chaves para caracterizar a história espiritual do homem. 

Leia mais:Lição 04

Lição 03

E Deus os criou homem e mulher

4° Trimestre de 2015

editado

Qual a origem do homem? É a grande pergunta da fi losofi a, da ciência e da religião. É a pergunta que nenhum postulado chegou a responder satisfatoriamente esta perguntra, no que diz respeito aos seus mínimos detalhes. A Teologia, a partir dos seus postulados sistemáticos, tenta dar conta da origem da vida em seus detalhes. A filosofia, com suas divagações e argumentações lógicas e complexas, realiza uma das mais bem elaboradas respostas, dentro da capacidade humana, para se chegar a bom termo sobre o início da vida humana, mas igualmente insatisfatória.

Leia mais:Lição 03

Lição 02

A criação dos céus e da terra
4° Trimestre de 2015

Escrito pelo Pastor Claudionor de Andrade

editado

A insustentabilidade da Teoria da Lacuna

Quando me pus a comentar a revista Lições Bíblicas deste trimestre de Escola Dominical da CPAD, deparei-me com alguns desafios bastante singulares. Sei perfeitamente que a Bíblia, do Gênesis ao Apocalipse, é a inspirada e inerrante Palavra de Deus. E que, nela, não há contradição alguma, pois a suas belezas e perfeições não conhecem limites. Mas como explicar suas ilimitadas e infinitas fronteiras?

Leia mais:Lição 02

Lição 01

Gênesis, o livro da criação divina

4° Trimestre de 2015

editado

ESBOÇO DO LIVRO DE GÊNESIS
 1) A Criação  1.1 – 2.3
 2) A Narrativa  pré-patriarcal a) A história dos céus e da terra (2.4 – 4.26)
b) A história de Adão (5.1–6.8)
c) A história de Noé (6.9–9.29)
d) A história de Sem, Cam e Jafé (10.1–11.9)
e) A história de Sem (11.10-26)

 3) Os patriarcas na Palestina:  a formação do povo de  Deus

a) A história de Terá (11.27– 25.11)
b) A história de Ismael (25.12-18)
c) A história de Isaque (25.19-35.29)
d) A história de Esaú (36.1-43)
 4) Os patriarcas no Egito: o início  de fato da história  do povo de Deus  a) A história de Jacó (37.1–50.26)

Leia mais:Lição 01

Lição 13

A manifestação da Graça da Salvação

3º Trimestre de 2015

Capa-LBP-3T-15Um dia, estávamos mortos em nossos delitos e pecados; separados de Deus, em completa iniquidade, aguardando o justo julgamento de juízo de Deus para nós (Ef 2.2,3). Andávamos segundo o curso deste mundo, um mundo sem Deus, onde os seus valores e pensamentos opõem-se frontalmente aos valores e os pensamentos de Deus. Éramos filhos da desobediência, esta, por sua vez, operava em nós as obras da carne, segundo as astúcias do príncipe das potestades do ar.

Leia mais:Lição 13

Lição 12

EXORTAÇÕES GERAIS

3º Trimestre de 2015

Capa-LBP-3T-15Nesta lição os temas a serem tratados são de natureza prática. O capítulo apreciado por nós é o 2 da epístola da de Paulo a Tito. Nele, o apóstolo emite uma série de conselhos práticos ao jovem pastor dentre os quais podem ser destacados os seguintes: o respeito às pessoas idosas; o cuidado que as mulheres jovens devem ter (isto é, por intermédio dos conselhos das mulheres idôneas); exortação aos jovens à moderação; ao próprio Tito para ser exemplo em toda boa obra; admoestação aos servos para honrarem os seus senhores.

Leia mais:Lição 12

Lição 11

A ORGANIZAÇÃO DE UMA IGREJA LOCAL

3º Trimestre de 2015

Capa-LBP-3T-15Segundo os estudiosos, a epístola do apóstolo Paulo a Tito foi escrita aproximadamente no 64 d.C., e provavelmente, foi redigida na Macedônia, uma província que fazia fronteira com a Grécia. Por certo, a carta foi escrita no tempo em que Paulo estava sob a custódia dos soldados romanos. Nesta epístola, podemos dizer que há pelo menos quatro assuntos principais ensinado pelo apóstolo Paulo: (1) O ensino sobre o caráter e as qualificações espirituais necessárias a todos os que são separados para o ministério na igreja? 

Leia mais:Lição 11

Lição 10

O LÍDER DIANTE DA CHEGADA DA MORTE

3º Trimestre de 2015

Capa-LBP-3T-15A morte é a consequência do pecado (Rm 6.23). Deus não criou o homem e a mulher para a morte. Esta é a separação entre a alma e o corpo. A base bíblica para este entendimento encontra-se em Gênesis 35.18 a respeito da morte de Raquel: “E aconteceu que, saindo-se-lhe a alma (porque morreu)”. E Tiago, o irmão do Senhor, corrobora com este fato quando ensina: “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obra é morta” (Tg 2.26). Podemos, então, afirmar: quando a alma deixa o corpo estabelece-se o evento no qual denominamos morte.

Leia mais:Lição 10

Mais Artigos...

Contatos

Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Av Brasil, 34401 - Bangu / RJ

  • (21) 2406-7373

Newsletter

Preencha os campos abaixo e receba nossas ofertas e novidades por e-mail.

Redes Sociais

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos e entre em contato.

 

facebook instagram twitter youtube google